Será que seu perfil no LinkedIN está lhe prejudicando?

Sua identidade profissional na internet deve ser construída e guiada por você, garantindo que sua imagem digital – sempre verdadeira, é claro – seja exatamente aquela que você quer divulgar, articulada de forma clara, objetiva e persuasiva para aqueles que a acessam. Se você quer que seu perfil profissional seja achado na internet, além de ter seu site pessoal ou corporativo disponível – com domínio próprio e layout atraente –  para aparecer nos search engines, sua participação no LinkedIn é imprescindível!

Em poucas palavras, o LinkedIn é a maior rede social voltada para negócios, com mais de 65 milhões de usuários registrados, espalhados por cerca de 200 países pelo mundo – fonte: Wikipedia 2010. Enfim, uma plataforma poderosa para divulgar seu perfil profissional, seus interesses em negócios e, se você for empresário, comunicar sobre seus produtos e serviços.

Por falta de tempo ou até mesmo de habilidade, alguns perfis estão incompletos no LinkedIn. Há quem coloque seu nome com a atual função só para “estar por lá”, como quem guarda lugar na mesa da lanchonete, até que tenha tempo e disposição para otimizar seu perfil. Cuidado! Isso pode mais lhe machucar do que lhe ajudar!

Para que seu perfil no LinkedIn não lhe prejudique, seguem abaixo algumas dicas úteis e bem práticas sobre o básico a ser divulgado:

  1. Sempre divulgue uma foto. As pessoas gostam de ver o rosto da pessoa com quem pretendem fazer negócio. Tire uma foto decente, de rosto e de preferência com um sorriso! Um sorriso é sempre bem-vindo e indica cordialidade. Esqueça as fotos de viagens, com carros esportivos e afins – estas fotos funcionam bem em redes de relacionamento pessoal, não profissional. Se estiver divulgando seu negócio, pode usar sua logomarca como AVATAR.
  2. Garanta que seu histórico acadêmico e profissional esteja correto quanto a datas, cursos e funções. Pode parecer óbvio, mas visitei muitos perfis com erros nestes campos e a mensagem passada não é das melhores!  No campo DESCRIÇÃO (description) não coloque detalhes de sua função, mas sim algumas realizações e resultados alcançados. Mas atenção! Não faça um cut & paste do seu CV!
  3. No campo RESUMO (summary): coloque um breve histórico, como o que você colocaria na sua carta de apresentação. Seja objetivo e foque nos seus diferenciais.  Se estiver divulgando seu negócio, publique sua proposta de valor e os serviços oferecidos.
  4. Associe-se a grupos do seu interesse e que tenham relação com sua área de atuação. Deixe que apareçam em seu perfil.
  5. Se tiver ganhado prêmios ou honras, divulgue e, se a instituição que lhe concedeu o prêmio fizer parte do LinkedIn, associe-se ao respectivo grupo.
  6. Se tiver um site, coloque o link no campo apropriado e se tiver um Blog, além do link, use o recurso Applications para que a inserção de artigos do seu Blog sejam publicadas automaticamente em seu perfil.
  7. Faça conexões e peça recomendações: é para isso que serve o LinkedIn, portanto, não se acanhe em ir à luta!

Pronto! Mesmo que você não seja um participante assíduo no LinkedIn, seu perfil será completo e atraente e, quando acessado, poderá lhe render bons frutos nos negócios.

1 Comment

  • Luciane Says

    Milene foi muito bacana a iniciativa dessas dicas. E muito apropriado. Obrigada

Leave a Reply to Luciane Cancel reply

Your email address will not be published.